quinta-feira, 8 de março de 2012

Maneki Neko ~ Boa sorte pra todo mundo.

Algumas culturas acreditam em amuletos da sorte e entre os mais conhecidos da cultura asiática está o gato da sorte: um gatinho de porcelana que acena e é colocado nas portas de comércios, por comerciantes que acreditam que eles trazem dinheiro, sorte e prosperidade.


Tumblr_lf1bo3dkwp1qa8hndo1_500_large

A pata esquerda levantada atrairia clientes, e a pata direita dinheiro e sorte. Também dizem que a pata direita levantada é para lojas e a pata esquerda levantada é para bares, considerando que no Japão é costume dizer que quem bebe bastante é canhoto. O gato também contem alguns detalhes importantes como o colar vermelho, a moeda de 10 milhões de ryo e as vezes, um avental.


Mas de onde saiu a historia de que um gato com a pata levantada daria sorte as pessoas? Bem, existem muitas lendas para explicar, mas a mais conhecida é a de um monge do templo Gotokuji que tinha uma gatinha chamada Tama. Enquanto ele comentava sobre as más condições do templo ao animal de estimação, um guerreiro, Ii Nataoka, que voltava da batalha de Tennoji, foi surpreendido por uma chuva repentina e resolveu se abrigar embaixo de uma arvore próxima ao templo. Esperando a chuva passar de baixo da árvore Ii Natoka olhou para o velho templo e viu um gato sentado acenando para ele, como se o convida-se pra vistar o local.


 O samurai, espantado com a habilidade do felino, decidiu ir ao tempo para ver a façanha de perto. Quando Nataoka chegou ao templo, um raio atingiu a árvore, exatamente no local onde ele estava encostado. O guerreiro não teve dúvidas: O gesto do gato havia salvado a vida dele. Logo, ele resolveu entrar no templo para rezar em agradecimento pela benção recebida. O salão principal estava em condições precárias: Goteiras pingavam de todo o lugar. O guerreiro então, decidiu doar todo o dinheiro que tinha consigo naquele momento. 

2722832308_49c4787ea2_z_large

Desde esse dia Nataoka passou a frequentar o templo e o Gotokuji se tornou o templo oficial da família de Ii Natakoa, trazendo assim prosperidade e várias visitas para o local. Para homenagear a gata Tama, foi feita uma estatueta, de uma gatinha com a pata levantada. Depois de um tempo, miniaturas da estatua foram distribuídas como lembrancinhas do templo e mais tarde viraram um poderoso amuleto, chamado de Maneki Neko.

6 comentários:

Poliana Castelini disse...

Oie curti sua pagina , e to te segindo, se puder retribuir abaixo segue minha pagina:
http://www.facebook.com/pages/Planeta-Feminino/240679922685813
obrigada por sua visita, achei seu blog lindo e de MUITO conteúdo ! te desejo sucesso ! espero você novamente no Planeta feminino
http://planet-female.blogspot.com
Beijos

camila disse...

Eu tenho uma gatinho desses que ganhei de aniversário, fica na minha cabeçeira! Eu não sei se é verdade, mas tive muita prosperidade desde que o ganhei! Acho que e temos que acreditar... Ahah! Beijos e vale pela vista e o comentário, fico feliz que tenha gostado do post!

Camila

www.leerosy.blogspot.com

Camila Bezerra disse...

Retribuindo a visita e te seguindo!
Acho super fofo esses gatinhos, mas não sabia o que significavam! Legal o post!

Abraços!
http://meulivrocorderosa.blogspot.com/

Plum disse...

Eu acho muito lindo esse gatinho, sempre que eu vou em um restaurante japonês encontro com essa figurinha no balcão! Adorei sua visita no FP, a postagem ficou mara :D

Teen Blog ~* disse...

Oi, que história interessante!
Nunca me perguntei o porquê dessa patinha levantada, sempre achei que fosse só uma pose do gatinho mesmo!
Obrigada pela visita e pelo comentário, que bom que gostou do layout!
Em breve o Teen Blog ~* estará aberto.
Estou seguindo seu blog, parabéns! *-* E curti sua página no Facebook também. Se puder retribuir, fico muito agradecida! =)
Até mais!!
FAN PAGE || EM BREVE: Teen Blog ~*

Gabriela Oliveira disse...

Sinceramente, eu tenho medo desse gatinho HUSAHASU, pode me chamar de idiota rsrs , mas nunca fui com a cara dele SAHASUSAHU

http://modicesdemenina.blogspot.com

Postar um comentário